segunda-feira, 30 de março de 2009

#8 Doenças, enxaquecas e afins

Meu pai sempre me disse que trabalho é responsabilidade e obrigação, mesmo quando estamos doentes.


Nós nunca temos muita noção disso até sentirmos na pele as agruras de se trabalhar.

Lembro-me dos tempos de escola, quando qualquer dorzinha de cabeça era motivo para faltar:



"Ah, mãe! To com dor de cabeça!"
"Ah, mãe! Acho que to doente! Tossi a noite toda! Cof! Cof!"
"Bãe! To gribado! Dão baro de esbirrar! Atchim!!"





Esse era o melhor motivo pra faltar...



Porém, a vida é cruel. Nós temos que crescer e assumir responsabilidades. TRABALHO é o nome da coisa.

Ou seja, mesmo que você esteja resfriado, gripado, com febre, hepatite, tendinite, bursite, varizes, ebola, H5N1, febre aftosa, o escambau a quatro... não importa! Terá que trabalhar, pelo menos um dia, nessas condições (afinal, seu chefe é devoto de São Tomé...).

Há casos em que você pode REALMENTE estar doente. Nesses casos, arrume um atestado médico e voilá! Você estará dispensado das suas obrigações trabalhísticas. ^^







Trabalhar doente tem suas vantagens.

Você pode espirrar tanto, tanto, tanto que a tela do seu PC pode ficar encharcada e inoperante (eca!). Ou você pode incomodar o seu chefe e ele acabar te dispensando.


E desvantagens também...

Lembro-me certa vez em que estava resfriado, com aquele corrimento agradabilíssimo insistindo em se libertar do meu nariz, e entrei em uma lotação... de teto baixo. Do alto dos meus 181 centímetros, não podia ficar em posição normal (obviamente, a lotação estava lotada. RÁ!). Com a cabeça abaixada, o corrimento insistia em querer pingar (e o balanço do veículo só auxiliava no processo). Tive que ficar 40 minutos com a cabeça virada pro lado, sob o olhar curioso dos outros passageiros...





"Volta pra dentro! Quem mandou você sair??"


Ah! O que a gente não faz pelo nosso pagamento, amigos assalariados?

Aqui no Tribunal a temperatura do ar condicionado é perfeita... para mulheres na menopausa.

Creio que os computadores também adorem a temperatura alpina do escritório.

E o desfile de roupas, então? Uma Bariloche em plena Avenida Paulista...

Já vi gente de cachecol aqui, acreditem! Em pleno mês de Março... ¬¬'



Já identifiquei 392 tipos diferentes de espirros, 74 variantes de tosses e 17 sons de assoadas de nariz . Ter uma caixinha de lenços em cima da mesa é fashion!

Agorinha mesmo, acabou de entrar um servidor aqui (descendente de italianos) reclamando do frio...


Será que emitem atestado médico para hipotermia?

Update: Outro funcionário acabou de reclamar da temperatura. Creio que isso é um sinal... Vou pra casa antes que eu REALMENTE precise de um atestado.

Update 2: Mais uma!!!!! Brrrrrrr

Atchim!

4 comentários:

Tartaruga ! disse...

Cara... isso é verdade... eu já trabalhei MUITO doente... mas po... a pior coisa é trabalhar com "caganeira".
Na época que eu era escraviário, eu ia do trabalho para a faculdade, mas antes de comecar a aula eu sempre ia para uma lanchonete fazer um lanche básico para meus vermes se alimentarem e não comerem ( ui auahuahuaa)... Daí eu até que estava "enjoado" dessa lanchonete e pensei: "Po... tem uma outra lanchonete logo ali, vou ver se o lanche "é bom mesmo"... daí pedi um BELO mistinho com coca-cola... massssssssssssssssss... aí veio o terror no outro dia...
Sabem aquele momento que vc acorda logo cedo com um SUSTO com a barriga doendo e ALGO querendo sair DESESPERADAMENTE? pois é... tava no BICO... um relaxe era fatal... me levantei cuidadosamente para não me distrair com a concentração... fui algo banheiro, mas parece o quanto mais pense no banheiro chegando, mais a dor vai aumentando, mas não desisti... fui até o fim... cheguei lá... quase não deu tempo de se abaixar... fui abaixando e “....” ao mesmo tempo... aff... parece que tava mijando pelo “...” (eca uaauuahhuahuahua)... Mas... era um dia útil da semana, TINHA que ir trabalhar...
Tomei um belo banho, me arrumei... NÃO COMI NADA... e fui para a minha vida de escraviário novamente, mas... aff... parecia um relógio... em 15 em 15 min eu sendia algo VIVO na minha barriga... se eu fosse mulher eu acharia que era o bebe mexendo a perna, pois ele estava por vir a qualquer momento... até que eu fui umas 7 vezes ao banheiro em 4 horas de estágio... eu não agüentava mais limpar... eu ENCOSTAVA o papel para limpar...passava de leve, só encostando de leve... AUHhuAUuaUHuAhuhuA...
Teve um dia Tb que eu tinha ido ao centro da cidade e deu uma dor de barriga misteriosamente FORTE, achei que não ia agüentar, daí eu voltei pra casa ANDANDO, pois não tava com paciência de esperar ônibus (pior coisa é depender disso), sem falar no balançar do ônibus no caminho, aff... quando eu estava indo pra casa, acho que eu estava na metade já do caminho... eu pensei “Meu Deus, é agora... vai descer”... eu sentei em uma calçada e me contorci todinho tentando lutar contra essa força dentro de mim, parecia um “cliente” da Igreja Universal pegando espírito na rua, daí eu não estava conseguindo lutar contra meu próprio “cocô”... daí pensei uma estratégia infalível (serve para outras coisas que “sobem no homem” sem ta na hora adequada uhauhahuauh)... comecei a pensar em bixo morto... animais morrendo... gente morrendo... lembrei de parentes falecidos... em fim... coisas tristes... vualar lol ... a dor passou que até pensei que já tinha “melado”... kkkkkkkkkkkkkkkkk...


Aiaiai... desculpem por vcs lerem isso na hora do almoço ahuaahahuahau... =*

Sinara disse...

Vc é fresco ¬¬

Stephany disse...

Nossaaaaa, realmenteeee!!!
O meu problema nem é resfriado, mas as "benditas" cólicas de todo o mês... Mês passado fui obrigada a sair no meio do trabalho, para correr colocar uma bolsa de água quente em cima da barriga ou correr para o hospital e tomar remédio na veia, e realmenteeeeee... Trabalhar doente não dááá... Principalmente quando é uma dor incontrolável!

Agora, morri de rir com a história da lotação e vc tentandoo controlar a situação... Huahauhauhauhauahua

Coitado do Tartaruga aí em cima... huahauhauahua

Demais, demais... rs

Laelie disse...

Não existe lugar mais gelado que o prédiod e comunicação do Mackenzie!! Mew! Aquele lugar parece o Ártico!! É tão gelado que eu desencanei de colocar minha marmita na geladeira... os alunos já são mantidos em geladeiras gigantes!!

E ainda tem outra: o saco é estar 30 graus lá fora e vc ter que carregar blusa de frio pra não morrer de hipotermia na sala de aula..

terrível.... ¬¬'