quarta-feira, 25 de março de 2009

#6 Por que dormimos em lugares estranhos?

Viver nas grandes cidades não é facil.
Locomoção, trabalho, estudos, namoro, família, amigos, responsabilidades diversas. É muita coisa para apenas 24 horas.
Minha namorada disse que eu ando estressado (e talvez ela tenha razão).




Mas, o stress é um brinde que a vida nos dá, juntamente com os problemas que somos obrigados a enfrentar.
Há um inimigo muito mais poderoso, silencioso e mortal que ronda as nossas vidas.
Quando entrei aqui, assinei um um contrato pra trabalhar das 8h às 18h com 2 horas de almoço.
Eu moro em Guarulhos, que fica a uns 40 minutos de distância de São Paulo (dependendo do trânsito na Dutra e na Marginal Tietê), e pra chegar aqui no Tribunal às 8h, preciso sair de casa às 6h da manhã (fora os 30 minutos na fila do ônibus, pra não ficar em pé depois...), chego aqui antes das 8h, com o Tribunal completamente vazio... ¬¬'









Por isso, negociei a minha chegada aqui às 9h, perdi uma hora de almoço, na esperança de ganhar uma hora a mais de sono e ser mais feliz.
Ledo engano.
Hoje, fui acordado por uma amiga, já no ponto em que tinha que descer. Desci cambaleando (sorte que estava de óculos escuros), meio sem saber onde estava. Cheguei a sonhar (não lembro com o que, mas estava bom), e de repente estava aqui:






Foi terrível! Me senti em um filme do Freddy Krueger, vivendo um pesadelo, sendo levado pelas pessoas pra direções que eu não queria, tendo que esperar uma eternidade alguns minutos "pela movimentação do trem à frente", tudo isso enquanto tentava manter meus olhos abertos...

Quando eu trabalhava no Itaim Bibi, cheguei a ficar 3 horas dentro de um ônibus. Resultado: desvendei a técnica milenar de dormir em pé. Isso mesmo! Não é um privilégio dos pássaros dormir apoiado nos próprios patas pés. Yes we can!






DORMIR! DORMIR! DORMIR!




Independentemente do lugar, coisa melhor não há!

7 comentários:

Stephany disse...

HUhauhauahuahauhauahua...

Morri de rirrrrr... Fiquei me imaginando nessa confusão toda dormindo em pé também... Não posso encostar em lugar nenhum que lá vem o sono ¬¬'
rsrsrs...

Pelo menos alguém te cutucou na hora de descer... Imagine onde iria parar??
Huahuahuahuahuahuaau

Parabéns pelo blog!

Linc0 disse...

É... nobre colega, esta não é uma lenda utópica, ou mesmo uma ventura nostálgica que circunda o universo Paulistano, apenas. Trata-se da realidade vivida por nós, trabalhadores, que nos aventuramos nesse campo tão explorado, e ainda assim, desconhecido das responsabilidades. Trata-se de um universo constante e repleto de tarefas que vez ou outra nos remete à épocas em que trabalho 'pesado' era coisa de negro (trabalho escravo). Serão trabalhos pesados apenas os quais se devem fazer um grande esforço de ordem física?
Bom... não devo levar adiante tal comentário, pois, sairia do contexto proposto.

Aqui no Rio de Janeiro, conhecemos, bem de perto, as dificuldades que nos impõe o dia-a-dia. E não muito diferente da sua realidade, vivemos num cotidiano de correria e cobranças que nos tomam o humor como se não nos pertencesse e nos leva a crer que os (raros) vários minutos de sono ambulante é tudo que temos para nos consolar.

Tartaruga ! disse...

Cara... teve uma vez que durmi em um ônibús também e fui para MUITO longe, cheguei atrasado na empresa, eu nunca mais se quir pisquei os olhos depois desse dia. Mas realmente acontece.

Laelie disse...

Dormir no ônibus é clássico!! Aprendi a fazer isso assim que minha faculdade mudou pra manhã... Durmo no busão, na sala de aula, no laboratório de informática... Perdi a vergonha dos professores me olharem.. percebi que prefiro me queimar com determinado professor do que ficar igual um zumbi o dia inteiro ;Press

Camila Zebra disse...

shuahsuahsuhsuahsuhaushu
nem me imagino assim durmindo no onibus,mas que dah mto sono dah
que bom que alguem te acordo,pelo menos...
shuahsuahuahsuah
ZZZZZzzzzzzzzz

mtos BjoXxx

Mila

Anônimo disse...

Nossa eu vivo dormindo em ônibús também, mas em pé nunca aconteceu ainda.... mas se eu ficar algumas horinhas já era lá vem ele
o soninhoooooo
rsrrsrsr..........

Juliana disse...

é..aprendi a dormir no ônibus quando tinha que ir pra casa do rafa e era uma hora em cada ônibus..e eu pegava dois...rsrs
e minha técnica só melhorou quando vim morar no Santa Lídia,onde tudo é bem mais longe...rs
mas melhor que isso só dormir na aula de matemática(matéria que eu ja sou boa pra caramba..¬¬)..o profossor pergunta toda aula se eu ja fiz algum exame..é ele entrar na sala e meus olhos fecharem...
existe coisa melhor que dormir??
existe..mas dormir é bom demais,até em pé no onibus...rsrs